Pontos de Partida Para A Escrita

A leitura e a necessidade de expressão são pontos de partida para a minha escrita.

Ler contos, poesias, romances e outros textos me anima a escrever ficção.Adicionado a isso, a necessidade de expressão diante daquilo que está saturado no meu cotidiano incentiva-me a produção textual.

Escrever, então, torna-se vital.Se penso uma história e não a coloco no papel, ou seja, não externalizo de forma concreta o enredo mental, ela retorna em outro momento.

Às vezes, um personagem ou lugar é o fio do novelo para aquela história ficcional específica, basta puxa-lo para que a história já imaginada anteriormente desenrole-se e volte à minha mente.

Publicado por lourei

Escritora. Algumas publicações dentre elas: Bernardo (2008) na revista Fundação Cultural de Curitiba (FCC); Resenha Como bonecas Matriochcka: Uma história dentro de outras na revista FCC (2010) e Um Segundo Amanhã no livro Ilha Nômade (2018) Editora A.C. Design

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: